Monografias de Joseph Ingraham, 1790-1792: Diário de Viagem da Brigantina "Esperança" de Boston para a Costa Noroeste da América

Descrição

Joseph Ingraham era o mestre da brigantina Hope (Esperança), um navio americano de 70 toneladas, concebido e equipado para realizar a viagem em torno do Cabo Horn para a costa ocidental da América do Norte, de lá para a China, e da China de volta a Boston. No final do século XVIII, os comerciantes de pele americanos empreenderam expedições para o noroeste do Pacífico, onde obtinham as peles, que eram trazidas para venda ao porto chinês de Cantão (atualmente Guangdong). Lá eles adquiriam chá, seda, porcelana e outros produtos para venda no mercado dos Estados Unidos. Esta obra é o manuscrito original do relato de uma dessas viagens de Ingraham . Entre os locais visitados estavam as ilhas Malvinas, o Cabo Horn, as Ilhas Marquesas, a costa da América do Norte, as ilhas Sandwich (atualmente o Havaí), e a China. A obra documenta atividades comerciais, especialmente o comércio de peles, com a China e inclui descrições e desenhos da fauna, flora e dos habitantes dos locais visitados, assim como mapas e cartas marítimas de vários locais. Em abril de 1791, Ingraham avistou e mapeou as Ilhas Marquesas, as quais deu nomes em homenagem ao presidente George Washington, vice-presidente John Adams, e demais figuras da política americana. Porém os Estados Unidos jamais reivindicou formalmente a posse das Ilhas, e em 1842 a França assegurou controle do grupo, tornando-as parte do que constitui atualmente a Polinésia Francesa.

Última Atualização: 18 de setembro de 2015