Os Atores Ichikawa Raizō no Papel de Umeōmaru e Nakajima Mihoemon no Papel de Shihei

Descrição

O termo ukiyo-e, literalmente "retratos do mundo flutuante" se refere a um gênero de obra de arte japonesa no período Edo (1600-1868). Como a frase "mundo flutuante" sugere, com suas raízes na visão efêmera do Budismo, ukiyo-e capturava a dinâmica fugaz da vida urbana contemporânea. Ao mesmo tempo que eram acessíveis e satisfaziam os gostos das "pessoas comuns", os detalhes artístico e técnico dessas pinturas mostram uma sofisticação notável. Seus temas vão de retratos de cortesãs e atores à literatura clássica. O craidor da gravura não é conhecido ao certo, mas é atribuída a Kitao Shigemasa (1739-1819), um artista auto-didata de ukiyo-e e um ilustrador de livros, que experimentou as técnicas emergentes de gravura colorida. Esta gravura é um benizuri-e (gravura em duas cores) de hosoban (formato estreito), uma forma antiga de pintura de gravura que muitas vezes limitava sua paleta a rosa e verde. Hosoban era o tamanho padrão para imagens de atores no século XVIII. Os atores de Kabuki nessa gravura estão congelados em um momento dramático da cena, kuruma-biki (quebra da carruagem), em que um jovem heróico, Umeomaru, confronta vigorosamente Shihei, o inimigo que condenou seu pai a ser desterrado do sucesso político.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

市川雷蔵の梅王丸、中嶋三甫右衛門の時平

Tipo de Item

Descrição Física

1 gravura: xilogravura, colorida; 29,4 x 12,4 centímetros

Observações

  • Faz parte da Coleção R. Leicester Harmsworth.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015