Pé de Ameixa de uma Fazenda no Interior

Descrição

Junto com a nova arte, um novo e menos formal estilo de poesia chamado haikai (verso vinculado) espalhou-se entre os citadinos de Kyoto, Osaka e Edo no Japão do século 17. Haikai foi também uma atividade bem social, com as festas de versos vinculados realizadas regularmente em casas ou em restaurantes. Tais encontros poéticos ajudaram a dar origem às gravuras privadamente encomendadas, chamadas surimono (gravuras), que casavam imagens com versos representativos do círculo. Ambos eram normalmente destinadas a levar o selo do “conhecimento interior" para um público culto e bem educado. Os surimonos não eram destinados à venda, mas sim como presentes. Desta forma, os artistas, os gravadores e os impressores os produziam com extremo cuidado. Os produtos finais estão, em muitos casos, entre os melhores exemplos da arte da xilogravura. O texto poético nesta cópia descreve o perfume sedutor de uma ameixeira, que obriga os transeuntes a olhar para a sua fonte. É feita pelo artista, criador de gravuras e ilustrador de livros Toyohiro Utagawa (por volta de 1773-1829).

Última Atualização: 18 de setembro de 2015