O livro dos jacintos sobre o conhecimento das datas do ano

Descrição

Pouco se sabe sobre o autor do presente trabalho, al Husayn ibn Zayd ibn Ali ibn Jahhaf, além do que pode ser inferido a partir da breve nota dedicatória no início do presente manuscrito. Ela afirma que a obra foi composta para o califa fatímido al Hakim bi Amr Allah, que morreu durante o primeiro trimestre do século XI. A obra Kitāb al-Yawāqīt fī maʻrifat al-mawāqīt (O livro dos jacintos sobre o conhecimento das datas do ano) é composta por 12 tabelas de calendário, uma para cada mês do ano, as quais são, por sua vez, divididas de acordo com o número de dias em cada mês. Certa confusão sobre a ordem dos meses tratados nas tabelas parece ter ocorrido em um determinado momento da transmissão do manuscrito, uma vez que a página de título de cada tabela fornece duas indicações contrastantes do mês abordado. Por exemplo, no título da primeira tabela, são mencionados janeiro e outubro. Tal discrepância continua por todo o manuscrito. O tratado fornece uma informação importante para cada dia nos fenômenos meteorológicos, tal como a prevalência de um determinado vento ou os níveis do mar, ou na configuração zodiacal, como a entrada do sol em um determinado signo do zodíaco. O manuscrito é encerrado com uma tabela que codifica o significado da aparição de cartas do alfabeto árabe em sonhos e duas páginas do tratado Kašf al-qināʻ fī rasm al-arbāʻ (A revelação sobre o desenho de terras) sobre a interpretação de sonhos. Estes últimos itens estão dedicados ao governante da Ásia Menor, Muḥammad b. Ḥawwā, aqui descrito como malik al-Rūm (Imperador Romano)

Última Atualização: 22 de julho de 2013