As estrelas ascendentes na menção de algumas das artes necessárias na ciência de observação do tempo

Descrição

O colofão do presente manuscrito, no reto do segundo fólio, oferece uma visão potencialmente enganosa do assunto deste tratado do século XVI por Muhammad Ibn Abi al Ḫayr al Hasani. Al-Nujūm al-Šāriqāt fī dikr baʻḍ al-ṣanā'īʻ al-Muḥtāj ilayhā fī ʻIlm al-Mīqāt (As estrelas ascendentes na menção de algumas das artes necessárias na ciência de observação do tempo) não lida com a medição do tempo, mas com a arte da pintura. Em especial, o tratado dedica-se aos materiais, tintas, pigmentos e instrumentos necessários pelo pintor. A primeira página do manuscrito não pertence ao texto principal, e foi escrita posteriormente por outra pessoa, possivelmente a mesma que escreveu as grandes notas que enchem as margens de algumas das páginas desta obra. O tratado descreve detalhadamente vários métodos para a obtenção de pigmentos e tintas de diferentes materiais inorgânicos e orgânicos, como mastique, sandáraca, enxofre, cinábrio, lápis-lazúli e cártamo. O tratado lida com as formas de testar a qualidade das cores, além de dedicar um capítulo ao uso de colas para o preparo da superfície de papel para escrita ou pintura.

Idioma

Título no Idioma Original

النجوم الشارقات في ذكر بعض الصنايع المحتاج إليها في علم الميقات

Tipo de Item

Descrição Física

42 folhas (17 linhas), encadernado: papel; 23 x 16 centímetros

Coleção

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 24 de abril de 2014