O vislumbre de Al Māridinī na explicação do tratado por al Yāsamīn

Descrição

O poema matemático do século XII, conhecido como al-Yāsamīnīyya fī ‘ilm al-Jabr (O poema de al Yāsamīn sobre cálculo), a partir do nome de seu autor, al Yāsamīn, é um dos textos matemáticos mais lidos e comentados de sua época. Seus versos foram amplamente copiados, tanto de forma autônoma como por incorporação em comentários maiores, até o século XX. O presente manuscrito preserva uma cópia do início do século XX do comentário do século XV sobre Yāsamīnīyya , escrito por Badr al-Dīn Muḥammad ibn Muḥammad ibn al Ġazal, mais conhecido como Sibṭ al Māridīnī ("o filho da filha de al Māridīnī") pelo nome de seu famoso avô materno, também matemático. Sibṭ al-Māridīnī, ativo como muwaqqit  (guardião do tempo) na mesquita Al Azhar, no Cairo, durante os últimos anos do século XV, provavelmente compôs o texto de seu comentário tendo em mente finalidades educativas. O comentário trata da definição dos elementos de álgebra conhecidos na época (número, raíz e sequência); a descrição das seis equações canônicas já identificadas por al Ḫwārizmī durante o século IX, e um tratamento das operações algébricas de restauração, comparação e multiplicação e divisão de monômios. O comentário esclarece e expande o conteúdo dos versos do poema antigo.

Última Atualização: 17 de setembro de 2014