Comentário sobre o compêndio da astronomia simples

Descrição

O autor deste comentário, Ṣalāh al-Din Musa ibn Muḥammad, também conhecido como Qādī Zāda (o filho do juiz), nasceu em Bursa (atual Turquia) em 1364 e morreu em Samarcanda (atual Uzbequistão) em 1436. Seu primeiro professor, al-Fanāri, sugeriu que ele se mudasse para os centros científicos da época, Herat em Coração (atual Afeganistão) ou Bucara ou Samarcanda na Transoxiana, para desenvolver sua extraordinária habilidade em ciências matemáticas e astronômicas. Seguindo este conselho, Qāḍī Zāda se apresentou à corte de Samarcanda do promissor Ulugh Beg (1394–1449), que tinha apenas 17 anos de idade na época. Ulugh Beg tornou-se o aluno mais talentoso de Qāḍī Zāda e garantiu a ele os fundos para uma vida de estudo em Samarcanda. Combinando pesquisa em instalações locais (incluindo o famoso Observatório Ulugh Beg, construído em 1420) com sua atividade docente, Qāḍī Zāda escreveu uma série de comentários sobre matemática e astronomia, incluindo o preservado aqui neste manuscrito. Muito provavelmente concebido como uma obra didática, este tratado é um extenso comentário sobre um livro de astronomia de Šaraf al-Dīn Mahmūd ibn Muhammad ibn ‘Umar al-Jaġmīnī, Mulahhas fī al-Hay'a Al-Basīta (Compêndio da astronomia simples). O comentário de Qāḍī Zāda, embora expanda amplamente o conteúdo do Mulahhas, tende a seguir sua estrutura lidando com a configuração dos mundos celestes e terrestres e as divisões dos corpos criados, os orbes celestes e a Terra. O manuscrito é enriquecido por muitas notas marginais escritas por diferentes mãos, refletindo o alto valor científico e educacional atribuído ao comentário de Qāḍī Zāda após a sua morte.

Título no Idioma Original

قاضي زادة على الملخص في الهيئة

Tipo de Item

Descrição Física

132 folhas (12 linhas), encadernado: papel, ilustrações; 20 x 13 centímetros

Observações

  • Papel: papel pardo, sem marcas d'água visíveis, em condições razoáveis e soltas da lombada: algumas folhas reparadas e manchas escuras nas folhas iniciais. Texto escrito por diferentes mãos, em tinta preta com títulos rubricados. Extensas notas marginais em várias mãos, texto parcialmente sublinhado em vermelho. Palavras de ordem nos retos. Escrita nastaʻliq; 12 linhas na área escrita, 13 x 7 centímetros.

Coleção

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 8 de março de 2016