Pátio do Museu Real (i.e. Pátio do Museu Bargello), Florença, Itália

Descrição

Esta impressão colorida do pátio do Museu Real em Florença é parte de "Visões da arquitetura e outros locais na Itália” do catálogo da Detroit Publishing Company (1905). A construção do edifício, que se destinava a ser um palácio, começou em 1255, baseado em um projeto do arquiteto Lapo Tedesco (morto cerca de 1280). Do final do século 13 ao início do século 16, o prédio era conhecido como o Palazzo del Popolo (Palácio do Povo), e foi a casa do podestà, ou o magistrado da cidade. Por volta de 1502, o palácio tornou-se sede do Conselho de Justiça e, consequentemente, passou a servir como residência do bargello, ou o chefe de polícia, da qual derivou o nome de Palazzo del Bargello. O palácio foi usado como prisão no século 18, mas em 1865 tornou-se um museu nacional, abrigando uma ampla coleção de obras de Michelangelo, Verrocchio, Donatello e outros artistas. O palácio foi projetado em torno de um pátio aberto decorado elaboradamente, rodeado por uma galeria com grandes colunas octogonais e tetos abobadados. No centro da quadra há uma fonte octogonal. Uma escadaria do século 14, leva ao segundo andar. As paredes e pilares do pátio são cobertas com brasões dos magistrados e dos membros da Rota, ou funcionários judiciais, bem como emblemas específicos para alguns distritos da cidade.

Data do Assunto

Informação da Publicação

Detroit Publishing Company, Detroit, Michigan

Idioma

Título no Idioma Original

Royal Museum, the Court (i.e. Bargello Museum, the Courtyard), Florence, Italy

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotomecânica: fotocromo, colorido

Observações

  • A Companhia Fotográfica de Detroit foi lançada como uma editora de fotografia na década de 1890 pelo empresário e editor de Detroit William A. Livingstone, Jr., e pelo fotógrafo e editor de fotografia Edwin H. Husher. Eles obtiveram o direito exclusivo de usar o "Fotochromo", o processo suíço de conversão de fotografias em preto-e-branco em imagens coloridas, e imprimi-las por fotolitografia. Este processo inovador foi aplicado na produção em massa de cartões postais coloridos, gravuras e álbuns para venda ao mercado americano. A empresa tornou-se a Detroit Publishing Company em 1905.
  • Título da Detroit Publishing Co., catálogo J - seção estrangeira, Detroit, Michigan: Detroit Publishing Company, 1905.
  • Impressão n°. "8560".

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 3 de julho de 2014