Obras de Galileu Galilei, Parte 1, Volume 13, Correspondência Familiar: Cartas de Mulheres Para Galileu Galilei

Descrição

Este códice contém cartas para o cientista, filósofo e matemático italiano Galileu Galilei (1564-1642), incluindo aquelas escritas por sua filha Virgínia, uma freira no convento de São Mateu, em Arcetri, que tomara o nome de Irmã Maria Celeste. De 1623 a 1633, Virginia fielmente escreveu a seu pai, e suas cartas são um testemunho comovente de amor filial. Em 1633, Galileu foi condenado por heresia por discutir a visão Copernicana de que a Terra se move ao redor do Sol e foi condenado à prisão perpétua. Sua pena foi comutada para prisão perpétua domiciliar e, em 1634, ele foi enviado para sua casa de campo em Arcetri, onde ele poderia ficar perto de Virginia. Por essa época, ele estava doente e perdendo a visão. Virginia cuidou dele, mas ela morreu poucos meses após a chegada do pai em Arcetri. Durante algum tempo, ele perdeu todo o interesse pela vida mas, posteriormente, ele retomou seu trabalho, concluindo o seu último livro, Discorsi e dimostrazioni matematiche, intorno a due nuove scienze (Discursos e Demonstrações Matemáticas Relativas à Duas Novas Ciências), em 1638.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Lettere di donne a Galileo Galilei

Tipo de Item

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015