Ketubá

Descrição

Esta ketubá, um contrato de casamento em hebraico entre dois indivíduos identificados como Shelomò, filho de Zare de Carcassona, e Bella di Merwanha, é um raro testemunho da presença judáica na Sardenha e, especificamente, em Alghero, na costa noroeste da ilha. Na segunda metade do século XIV, Alghero tornou-se o centro da comunidade judaica em Logudoro, uma região no centro-norte da Sardenha. Os judeus gozavam de privilégios especiais na Sardenha até a Inquisição e sua expulsão, em 1492, que foi decretada pelo governador da Sardenha, Fernando II de Aragão (1452-1516), também conhecido como Fernando, o Católico. Forçados a deixar suas casas e comunidades, eles levaram consigo todos os registros e objetos que pudessem atestar a sua presença outrora florescente. Este documento fragmentário, na biblioteca da Universidade de Sassari, foi preservado na encardenação de um livro.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Ketubbah – Contratto di matrimonio tra Shelomò, figlio di Zare di Carcassona e Bella del fu … Merwanha

Tipo de Item

Descrição Física

1 folha de pergaminho; 466 x 266 milímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 3 de julho de 2014