A Biblioteca, Bruges, Bélgica

Descrição

Esta impressão fotocrômica da Biblioteca Municipal de Bruges é parte de "Visões da Arquitetura e Outros Locais na Bélgica", do catálogo da Detroit Publishing Company (1905). A biblioteca, que abriga os arquivos municipais da cidade de Bruges, foi restaurada pelo arquiteto belga Louis de la Censerie (1838-1909) em 1877-81. Sua arquitetura neo-renascentista, que lembra a estética do século XVII, reflete-se no uso de fachadas com empenas pontiagudas no telhado. De acordo com Bélgica e Holanda, incluindo o Grão-Ducado de Luxemburgo (1905), de Baedeker, "a Biblioteca Municipal, que está agora estabelecida na antiga Tonlieu , ou alfândega de 1477. . . contém 60.000 vols., incluindo 562 velhos [manuscritos] (compreendendo missais dos sécs. XIII-XIV), os primeiros livros impressos por Colard Mansion, o impressor de Bruges (1475-1484), e uma coleção de gravuras".

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Detroit Publishing Company, Detroit, Michigan

Idioma

Título no Idioma Original

The Library, Bruges, Belgium

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotomecânica : fotocromo, cor

Observações

  • A Companhia Fotográfica de Detroit foi lançada como uma editora de fotografia na década de 1890 pelo empresário e editor de Detroit William A. Livingstone, Jr., e pelo fotógrafo e editor de fotografia Edwin H. Husher. Eles obtiveram o direito exclusivo de usar o "Fotochromo", o processo suíço de conversão de fotografias em preto-e-branco em imagens coloridas, e imprimi-las por fotolitografia. Este processo inovador foi aplicado na produção em massa de cartões postais coloridos, gravuras e álbuns para venda ao mercado americano. A empresa tornou-se a Detroit Publishing Company em 1905.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 7 de julho de 2014