Calendário folclórico búlgaro para o ano bissexto de 1868

Descrição

Calendário folclórico búlgaro para o ano bissexto de 1868 é um de vários calendários folclóricos populares produzidos por En’o Kŭrpachev (1833–1916), um editor em Constantinopla (atual Istambul), durante a era do Despertar Nacional na Bulgária. O primeiro calendário búlgaro publicado apareceu em 1818. Somente na era do Despertar Nacional, foram publicados mais de 100 deles. A onda de popularidade dos calendários búlgaros começou nos anos de 1840 e continuou muito tempo após o final do período do Despertar. Os calendários eram um gênero popular de material de leitura no século XIX e incluíam uma variedade de conteúdos, variando de informações sobre feriados e datas especiais até anedotas, poemas, traduções e vidas dos santos. Este calendário de 1868 tem uma lista de datas e eventos históricos relacionados à Bulgária, previsões para o Ano Novo, um calendário da Igreja Ortodoxa, um diretório de feiras a serem realizadas naquele ano e informações atualizadas sobre serviços telegráficos, postais e de linhas de transporte por navios. A parte mais interessante no calendário é um poema sobre a nova lenda desmascarada de Ilarion de Tŭrnovo (um Grego) supostamente queimando livros eslavos na biblioteca do Patriarcado de Tŭrnovo. Este conto originou-se durante a era do Despertar Nacional e foi usado para difamar o clero grego.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Pechatnitsa na Makedoniia, Tsarigrad

Idioma

Título no Idioma Original

Българско народно календарче за годинѫ високоснѫ 1868

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

32 páginas: 1 ilustração; 13 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015