A Crônica de Nuremberg

Descrição

O Liber chronicarum, uma história universal compilada de fontes mais antigas e contemporâneas, pelo médico de Nuremberg, humanista e bibliófilo Hartmann Schedel (1440-1514), é um dos mais densamente ilustrados e tecnicamente avançados trabalhos dos primórdios da impressão. Ele contém 1.809 gravuras produzidas por meio de 645 blocos. O empresário de Nuremberg, Sebald Schreyer, e seu cunhado, Sebastião Kammermeister, financiaram a produção do livro. Michael Wolgemut e seu genro, Wilhelm Pleydenwurff, executaram as ilustrações por volta de 1490, época em que sua oficina atingia seu apogeu artístico, e o jovem Albrecht Dürer acabara de completar, ali, seu aprendizado. As vistas das cidades, algumas autênticas, outras inventadas ou copiadas de modelos mais antigos, são de interesse tanto artístico como topográfico. Esta cópia brilhantemente colorida, da qual Schedel era proprietário, contém materiais adicionais de grande valia, tais como o mapa de Erhard Etzlaub da estrada para Roma. Junto com o restante da biblioteca de Schedel, o livro tornou-se parte da biblioteca de Johann Jacob Fugger, a qual tornou-se propriedade do Duque Albrecht V, da Baviera, em 1571.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Anton Koberger para Sebald Schreyer e Sebastian Kammermeister

Idioma

Título no Idioma Original

Liber chronicarum

Tipo de Item

Descrição Física

326 páginas : illustrações

Observações

  • Código BSB: Rar. 287

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 25 de setembro de 2015