Veranico

Descrição

Adalbert Stifter (1805-1866) foi um dos maiores estilistas da literatura alemã. Ele iniciou sua carreira no espírito do Biedermeier austríaco, escrevendo histórias para o público leitor burguês. O tema destas histórias, as quais apareceram pela primeira vez em revistas e almanaques populares, era, frequentemente, a humanização do elementar. Stifter, posteriormente, fez uma revisão cuidadosa destes trabalhos, resultando na publicação das mesmas em seu Studien, de 1844-1850 e Bunte Steine, de 1853. Após os levantes revolucionários de 1848, Stifter distanciou-se das tendências contemporâneas. Der Nachsommer (Veranico), a primeira grande obra do seu período posterior, retrata um mundo idílico, no qual as tradições da antiguidade clássica estão ligadas ao romantismo medieval em uma antítese utópica para a civilização urbana da época de Stifter. Em 1964, a Biblioteca Estatal da Baviera adquiriu os manuscritos, há muito tempo tido como perdidos, de Der Nachsommer, Bunte Steine e sete histórias do Studien. Os manuscritos apresentam uma nova compreensão do trabalho de Stifter como estilista, e seu reaparecimento levou à publicação de uma nova edição histórico-crítica de suas obras.

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Der Nachsommer

Tipo de Item

Descrição Física

53 páginas, papel ; 34 páginas, papel ; 30 páginas, papel ; 21,6 x 14,2 centímetros

Observações

  • Código BSB: Cgm 8072(1, Cgm 8072(2, Cgm 8072(3, Cgm 8072(4

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015