Livro de Evangelho da Catedral de Bamberg (Evangelho de Reichenau)

Descrição

O evangelho da Catedral de Bamberg é uma das mais importantes obras-primas da pintura de livros da abadia beneditina na Ilha de Reichenau, no Lago Constança, no sul da Alemanha. Nos séculos X e XI, esta abadia foi o local da que era, provavelmente, a maior e mais influente escola européia de iluminação de livros. A produção de livros atingiu seu apogeu artístico por volta de 970 e 1010-1020, um período conhecido como a Renascença Otoniana (depois de Otto I, Otto II e Otto III, reis alemães e Sacrossantos Imperadores Romanos da dinastia saxônica que governaram durante este período). Estes códices ricamente ilustrados foram, na maioria dos casos, encomendados por pessoas de alto nível. Este manuscrito foi feito para o Imperador Henrique II (governou, 1002-1024), o sucessor de Otto III, que o presenteou à Catedral de Bamberg. A capa de ouro é um dos mais belos exemplos de encadernação de livro otoniana. O tema principal das encadernações medievais —a Glorificação de Cristo—é representado pelo trabalho em ouro, de extraordinário aspecto artístico. A cruz do triunfo, com uma grande ágata oval em seu centro, domina a composição. A imagem introdutória mostra Cristo, como vitorioso e fonte de vida, na Árvore da Vida, rodeada pelos símbolos dos evangelistas. Nas tecas dos evangelistas, o símbolo de cada evangelista está ligado a um dos maiores eventos da salvação. A iconografia do manuscrito, com sua variedade de referências ricas e incomuns, é inigualável na iluminação Reichenau. Os manuscritos iluminados do período Otoniano foram inscritos no programa Memória do Mundo, da UNESCO, em 2003.

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Evangeliar aus dem Bamberger Dom

Tipo de Item

Descrição Física

264 páginas, pergaminho : ilustrado ; 30,5 x 23,5 centímetros

Observações

  • Código BSB: Clm 4454

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 28 de agosto de 2015