Relatório da Comissão Constitucional 1959

Descrição

Este relatório, contendo quatro partes, foi preparado, em 1959, por um comitê constitucional estabelecido por Sir Frederick Crawford, governador de Uganda, quando o então protetorado de Uganda se preparava para tornar-se independente da Grã-Bretanha. John Wild presidiu o comitê,que incluía dois outros europeus, dois asiáticos e dez africanos. Foi “a considerar e recomendar ao governador, a forma de eleições diretas em uma listagem comum para os membros representativos Assembléia Legislativa a ser introduzida em 1961, o número de vagas a serem preenchidas sob o sistema acima; [e] sua alocação entre as diferentes áreas do protetorado….” Por causa da crescente tensão entre os principais reinados do protetorado -- Bunyoro, Ankole, Busoga e especialmente Buganda -- a composição da Assembléia Legislativa e de seus procedimentos eleitorais eram questões de grande sensibilidade política. A Grã-Bretanha concedeu autonomia governamental interna para Uganda em 1961. As primeiras eleições para a Assembleia Legislativa foram realizadas em 01 de março de 1961, no âmbito dos procedimentos recomendados pelo comitê constitucional. Uganda alcançou plena independência da Grã-Bretanha em 09 de outubro de 1962.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Gráfica do Governo, Entebbe, Uganda

Idioma

Título no Idioma Original

Report of the Constitutional Committee 1959

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

25 x 17 polegadas (43 x 63,5 centímetros); 73 páginas; tem três apêndices

Observações

  • Documento do centro Law Development Centre em Kampala, Uganda. Digitalizados na Biblioteca Nacional de Uganda com o apoio da Corporação Carnegie de Nova Iorque.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de setembro de 2014