Documentos de Concessão de Terras Espanholas de John B. Gaudry.

Descrição

As Concessões de Terra Espanholas eram reivindicações feitas para provar direito de propriedade da terra após a transferência, em 1821, do território da Flórida aos Estados Unidos. A partir de 1790, a Espanha ofereceu concessões de terra para incentivar a povoação da escassamente habitada e vulnerável colônia da Flórida . Quando os Estados Unidos assumiram o controle do território, eles concordaram em honrar quaisquer concessões de terra válidas. Moradores tinham que provar a validade de suas concessões através de documentação e depoimentos em processos arquivados com o governo dos Estados Unidos. As reivindicações eram confirmadas (consideradas válidas) ou não-confirmadas (consideradas inválidas) por comissões de terra do governo, tribunais federais, ou pelo Congresso dos Estados Unidos. Para descrever com precisão a natureza da terra e da data em que fora concedida, os processos continham pesquisas e loteamentos, cópias de concessões reais, depoimentos, correspondências, escrituras, testamentos e traduções de documentos espanhóis. Os processos fornecem muita informação sobre a colonização e o desenvolvimento da Flórida durante o Segundo Período espanhol (1783-1821) e o Período Territorial (1821-1845). Estes documentos referem-se às reivindicações de John B. Gaudry, um nobre espanhol que estabeleceu uma fazenda perto da atual De Leon Springs, depois de receber uma concessão em 1807. Eles incluem uma ilustração a cores da fazenda, retratando florestas, lagos, pântanos, uma trilha indígena, e a fronteira da fazenda ao longo do rio St. Johns, bem como uma pesquisa, completada por anotações, de mais de 2.917 acres (1.180 hectares) de terra reivindicadas por Gaudry.

Última Atualização: 29 de setembro de 2014