A vida dos animais

Descrição

Este manuscrito é uma cópia da versão longa de Hayāt al-hayawān (A vida dos animais), de al-Damīrī, uma trabalho enciclopédico que foi amplamente divulgada no mundo islâmico em três versões ou revisões: longa, média e curta. Muhammad ibn Musā ibn Isā Kamāl al-Din Ibn Ilyās ibn Abd-Allāh al-Damīrī (por volta de 1342-1405) foi um alfaiate egípcio que se tornou um estudioso e escritor. Com base em trabalhos anteriores sobre os animais produzidos por Jāhith (780-868), al-Damīrī combinou a tradição literária árabe e persa dos contos de animais com o legado da Grécia e de Roma para oferecer uma apresentação taxonômica abrangente do conhecimento sobre os animais de sua época. Organizado em ordem alfabética pelos nomes dos animais, o trabalho contém mais de 1000 artigos e citações de 807 autores. Inclui várias informações sobre os animais, tais como a etimologia dos nomes, as características físicas e os hábitos, e as tradições islâmicas e os provérbios sobre eles. Há inúmeras edições da obra de al-Damiri em árabe, bem como traduções em persa e em turco-otomano. Ela também foi traduzida para o latim e seu conteúdo foi parcialmente incorporado ao Hierozoïcon sive bipartitum Opus de Animalibus Sacrae Scripturae (Trabalho sobre os animais das escrituras sagradas), publicado em Londres, em 1663. O manuscrito atual foi finalizado em 1459 (863 a.H.), apenas meio século após a morte de al-Damiri. O manuscrito contém duas partes. No último fólio da segunda parte, uma questão jurídica sobre o divórcio é apresentada e respondida de acordo com a escola de direito Shafi.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

حياة الحيوان

Tipo de Item

Descrição Física

15,5 x 22 centímetros, com um bloco de texto de 11 x 15 centímetros de 17 linhas. 464 páginas, com texto em vermelho e preto. Encadernação decorada.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 23 de julho de 2012