O livro dos termos medicinais e nutricionais

Descrição

Este manuscrito é uma cópia de Kitab Al-jami li-mufradat al-adwiya wa al-aghdhiya (O livro dos termos medicinais e nutricionais), uma enciclopédia alfabética de um autor andaluz, ‘Abd Allāh ibn Aḥmad ibn al-Bayṭār al-Mālaqī (entre 1197 e 1248, aproximadamente), contendo nomes e propriedades de mais de 1.000 plantas e substâncias de valor medicinal. O autor cita muitos cientistas anteriores, incluindo Dioscórides, Galeno e Avicena. Ibn al-Bayṭār nasceu em Málaga, daí a referência al-Mālaqī em seu nome, e o texto contém numerosas referências à Andaluzia e nomes de locais da Andaluzia, como Ronda. A presente cópia do manuscrito consiste de 91 páginas de 25 linhas cada e está incompleto, contendo apenas uma pequena fração do original. Conclui um tanto abruptamente próximo ao final das entradas que começam com a letra , no item bīsh. O texto original de Ibn al-Baytār diz nesse ponto: “Alguns médicos disseram que al-bīsh cresce em terras da China… eles o comem enquanto está verde na terra de Halāhal próxima a Sind." A última página do presente manuscrito tem um final falso com o seguinte texto modificado: "Eles o comem enquanto está verde, durante sete dias de manhã e à noite porque faz bem, como já dissemos." Presume-se que a alteração tenha sido feita para camuflar a natureza incompleta do manuscrito. O curto colofão diz: “Orações e paz ao nosso mestre Muhammad e sua família e seus companheiros. Este livro foi concluído com a ajuda do Senhor e a graça do Seu auxílio. Amém." O nome de Ibrahim Pasha (1789–1848), o filho mais velho de Muhammad Ali Pasha, renomado governador do Egito, aparece na capa como antigo dono deste manuscrito.

Última Atualização: 6 de novembro de 2012