Álbum do Turquestão, seção arqueológica

Descrição

Esta obra é a “Seção Arqueológica” do Álbum do Turquestão, que contém um registro visual detalhado da arquitetura islâmica de Samarcanda como se encontrava logo após a conquista pelos russos na década de 1860. Durante o período que compreende a metade até o final do século XIX, o Império Russo expandiu-se em direção à Ásia Central, anexando territórios localizados nos atuais Uzbequistão, Cazaquistão, Turcomenistão, Tajiquistão e Quirguistão. O exército russo ocupou Tashkent em 1865 e Samarcanda em 1868. O Czar Alexandre II aprovou a criação de um governo-geral do Turquestão Russo em 1867. O General Konstantin Petrovich von Kaufman (1818–1882), primeiro governador-geral, encomendou o Álbum do Turquestão, um levantamento visual da Ásia Central, que inclui cerca de 1200 fotografias, juntamente com plantas arquitetônicas, desenhos em aquarela e mapas. A obra é apresentada em quatro partes, abrangendo seis volumes grandes encadernados em couro: “Seção Arqueológica” (dois volumes); “Seção Etnológica” (dois volumes); “Seção sobre o Comércio” (um volume) e “Seção Histórica” (um volume). O compilador das três primeiras partes foi o orientalista russo A.L. Kun, que foi auxiliado por N.V. Bogaevskii. A produção do álbum foi concluída em 1871–1872. A Biblioteca do Congresso adquiriu um conjunto completo dos volumes em 1934; outras cópias em existência encontram-se na Biblioteca Nacional do Uzbequistão e na Biblioteca Nacional da Rússia.

Informação da Publicação

São Petersburgo, Rússia

Idioma

Título no Idioma Original

Туркестанский Альбом, Часть Археологическая

Tipo de Item

Descrição Física

1 álbum (2 volumes com 6 páginas não numeradas, 154 folhas de placas não numeradas, incluindo 317 fotografias montadas e 40 desenhos em aquarela montados): impressões em albume e aquarelas; 45 x 60 centímetros.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016