Okrug de Zeravshan. Santuário do santo Khodzha Chinar em Urgut

Descrição

Esta fotografia do túmulo santuário (mazar) do santo Khodzha Chinar na cidade de Urgut (Uzbequistão) é da seção arqueológica do Álbum do Turquestão. Este levantamento fotográfico em seis volumes foi produzido entre 1871-1872 sob o patrocínio do General Konstantin P. von Kaufman, primeiro governador-geral (1867-1882) do Turquestão, nome dado aos territórios da Ásia Central do Império Russo. Urgut localizava-se no distrito (okrug) de Zeravshan, formado como parte do Império Russo em 1868, quando as tropas russas ocuparam a parte leste do canato de Bucara (atual Uzbequistão). Ao final de 1868, a área ao redor da cidade de Penjikent (atual Panjakent, no noroeste do Tajiquistão) foi anexada ao distrito. Em 1871, o distrito já havia absorvido feudos na extensão rio acima do rio Zeravshan, um afluente do rio Amu-Dária. A criação de santuários nos túmulos de figuras religiosas reverenciadas era uma prática comum na Ásia Central. Em alguns casos, o santuário poderia ser um mausoléu imponente (mazar) ou um centro de peregrinação (khanaka). Este santuário, em mau estado de conservação, foi construído simplesmente de tijolos de adobe, com pouca decoração.

Informação da Publicação

São Petersburgo, Rússia

Título no Idioma Original

Заравшанский округ. Мазар святаго Ходжа Чинар в г. Ургуте

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotográfica: albume

Observações

  • Ilustração em: Álbum do Turquestão, seção arqueológica, 1871-1872, parte 1, volume 1, placa 14.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016