Antiguidades de Samarcanda. Mausoléu de Tuman-Aka Nuri. Inscrição na parede do mausoléu de Tuman Aki

Descrição

Esta fotografia de um detalhe da fachada do khanaka (alojamento de peregrinos) anexo à mesquita memorial de Tuman-Aka na necrópole de Shah-i Zindah em Samarcanda faz parte da seção arqueológica do Álbum do Turquestão. Este levantamento fotográfico em seis volumes foi produzido entre 1871 e 1872 sob o patrocínio do General Konstantin P. von Kaufman, primeiro governador-geral (1867-1882) do Turquestão, nome dado aos territórios da Ásia Central do Império Russo. O álbum dedica atenção especial à arquitetura islâmica de Samarcanda, como monumentos dos séculos XIV e XV do reinado de Tamerlão e seus sucessores. É importante destacar Shah-i Zinda (persa para "viva o rei"), reverenciado como um memorial para Kusam-ibn-Abbas, um primo do profeta Maomé. O mausoléu e mesquita de Tuman-Aka (com o khanaka anexado) foram construídos em 1405 em homenagem à esposa mais nova de Tamerlão, como parte do conjunto norte de santuários. O conjunto Tuman-Aka é notável pela ornamentação em cerâmica (incluindo painéis de mosaicos), composta por padrões florais, geométricos e inscrições, e as cores variam do azul escuro ao amarelo, violeta e turquesa. As inscrições cursivas (Thuluth), normalmente baseadas em textos do Alcorão, também identificam o mestre persa que as criou, o xeique Muhammed ibn Khadja Bandgir at-Tugra Tabrizi. A inscrição exibida aqui está localizada à direita do arco da fachada do khanaka.

Informação da Publicação

São Petersburgo, Rússia

Idioma

Título no Idioma Original

Самаркандския древности. Мавзолей Туман Аки-Нурия. Надпись на стене мавзолея Туман-Аки

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotográfica: albume

Observações

  • Ilustração em: Álbum do Turquestão, seção arqueológica, 1871-1872, parte 1, volume 1, placa 42.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016