Antiguidades de Samarcanda. Mausoléu de Khodzha Abdu-Derun. Janela do túmulo do santo com vista para uma galeria chamada Ziaretga

Descrição

Esta fotografia do Mausoléu de Khodzha Abdu-Derun, em Samarcanda (Uzbequistão), faz parte da seção arqueológica do Álbum do Turquestão. Este levantamento fotográfico em seis volumes foi produzido entre 1871-1872 sob o patrocínio do General Konstantin P. von Kaufman, primeiro governador-geral (1867-1882) do Turquestão, nome dado aos territórios da Ásia Central do Império Russo. O álbum dedica atenção especial ao patrimônio arquitetônico islâmico de Samarcanda. O complexo memorial de Khodzha Abdu-Derun foi dedicado a um juiz árabe do clã Abdi, reverenciado no século IX. A palavra derun (interno) foi adicionada para simbolizar seu local dentro de Samarcanda e para diferenciá-lo de outro complexo que celebrava o sábio localizado fora da cidade. O mausoléu original em cúpula, provavelmente erguido no século XII, foi ampliado como um santuário de peregrinação no século XV. O complexo também incluía um lago de jardim no pátio, uma mesquita e um portão de entrada separado. A legenda diz que esta imagem, obtida de uma janela na sala de sepultamento, mostra uma galeria conectada a um ziaratkhana (um vestíbulo para prece ritual em um santuário de sepultamento). O homem com robe na galeria está usando um turbante branco, geralmente um símbolo de autoridade espiritual. No fundo, um portão de madeira leva a um quintal iluminado pelo sol.

Data do Assunto

Informação da Publicação

São Petersburgo, Rússia

Título no Idioma Original

Самаркандския древности. Мавзолей Ходжи Абдудерун. Окно из гробницы святого выходящее в галерею называемую зиаретга

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotográfica: albume

Observações

  • Ilustração em: Álbum do Turquestão, seção arqueológica, 1871-1872, parte 1, volume 2, placa 135.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016