Antiguidades de Samarcanda. Túmulo do Santo Kusam-ibn-Abbass (Shah-i Zindah) e mausoléus adjacentes. Entrada para a Chartak

Descrição

Esta imagem do sul da câmara da passagem superior, ou chartak, na necrópole de Shah-i Zindah em Samarcanda faz parte da seção arqueológica do Álbum do Turquestão. Este levantamento fotográfico em seis volumes foi produzido entre 1871 e 1872 sob o patrocínio do General Konstantin P. von Kaufman, primeiro governador-geral (1867-1882) do Turquestão, nome dado aos territórios da Ásia Central do Império Russo. O álbum dedicou atenção especial à arquitetura islâmica de Samarcanda, como monumentos dos séculos XIV e XV do reinado de Tamerlão e seus sucessores. É importante destacar Shah-i Zindah (nome persa para "rei vivo"), reverenciado como um memorial para Kusam-ibn-Abbas, primo do profeta Maomé. O mausoléu de Burunduk, construído aparentemente na década de 1380, celebra um dos líderes do comando militar de Tamerlão. Essa chartak, uma câmara quadrada com um corredor por meio de arcos, foi construída por volta de 1405 e é a terceira no conjunto de necrópoles. O arco gigantesco cria um nicho para um segundo arco da passagem. A decoração de cerâmica vibrante na fachada serve como uma moldura para o grupo de santuários adjacentes ao mausoléu de Kusam-ibn-Abbas. Acima da ponta do arco há uma inscrição em árabe no estilo cúfico em bloco. O mausoléu de Khodzha Akhmad é visível através da chartak. À direita está um pequeno minarete construído, provavelmente, no século XI.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

São Petersburgo, Rússia

Título no Idioma Original

Самаркандския древности. Гробница святого Куссама ибни Абасса (Шах-Зиндэ) и мавзолеи при ней. Вход в Чаар-Таг

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotográfica: albume

Observações

  • Ilustração em: Álbum do Turquestão, seção arqueológica, 1871-1872, parte 1, volume 1, placa 40.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016