O Poema do Burdah

Descrição

Este pequeno códice iluminado contém um famoso poema, em homenagem ao profeta Maomé, popularmente conhecido como "Qasidat al-Burdah" (O poema do manto), que foi composto por Sharaf al-Din Muhammad al-Busiri (falecido em 694 AH [1294 CE]). Esta cópia foi executada em uma variedade de escritas, provavelmente no Irã, por Ḥabīb Allāh ibn Dūst Muḥammad al-Khwārizmī no século XIX AH (século XVII CE). A primeira página (fólio 1b) do manuscrito apresenta um desenho ornamental retangular iluminado, com cinco painéis internos de texto executado nas seguintes escritas: muhaqqaq (ouro), naskh (preto), thuluth (azul), naskh (negro),e muhaqqaq (ouro). Muhaqqaq, naskh e thuluth são três das seis escritas coletivamente conhecidas como as Six Pens. Aperfeiçoadas entre os séculos X e XIII, as Six Pens são estilos clássicos de escritas que influenciaram gerações posteriores de calígrafos até os dias de hoje. A página iluminada final (folio 23a) do códice contém o colofão, que dá o nome do escriba como Ḥabīb Allāh ibn Dūst Muḥammad. O colofão está escrito em escrita riqa , definida por linhas fluídas. Riqa era comumente usada para documentos de chancelaria e para colofões.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

قصيدة البردة

Tipo de Item

Descrição Física

25 x 16 centímetros
Papel acetinado creme para o painel principal; papel multicolorido para as margens incrustadas, que são decoradas com desenhos florais e geométricos, os últimos na forma de pingentes.

Observações

  • Este poema é também conhecido como al-Kawākib al-durrīyah fī madḥ khayr al-barīyah. O texto do poema começa no fol.5b.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015