Catedral da Dormição (1711-1717), fachada oeste, Kem, Rússia

Descrição

Esta vista oeste da Catedral da Dormição em Kem (Carélia) foi tirada em 2001 pelo Dr. William Brumfileld, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro de Fronteiras" da Biblioteca do Congresso. Localizada na costa sudoeste do Mar Branco, Kem não era apenas uma colônia importante por direito próprio, mas também servia como porta de entrada para as Ilhas Solovetski. Construída em 1711-1717, a Catedral da Dormição é uma das estruturas de madeira mais interessantes da arquitetura russa e uma rara catedral sobrevivente (sobor) construída em madeira. Seu núcleo é constituído por três componentes octogonais coroados de torres em forma de tenda que apoiam as cúpulas cobertas com telhas aspen. Cada componente repousa sobre uma base quadrada e possui o seu próprio altar. A torre central, dedicada à Dormição, tem mais de 35 metros de altura, enquanto que as torres laterais têm cerca de 24 metros de altura. A parte sul (à direita) é dedicada a São Nicolau. A parte norte, dedicada a São Rufo e São Zózimo de Solovetski, possui sua própria entrada exterior. O conjunto é unificado por um grande vestíbulo (trapeznaia) no lado oeste, cuja extensão horizontal é enfatizada por dois telhados de águas, com um terceiro telhado sobre o pórtico de entrada. Cada um desses telhados possui placas decorativas entalhadas nas extremidades (pricheliny). A estrutura tem sido objeto de um esforço prolongado de restauração.

Última Atualização: 11 de janeiro de 2016