Igreja da Intercessão (1764), iconóstase, ilha de Kizhi, Rússia

Descrição

Esta vista do interior da Igreja da intercessão da Mãe de Deus na ilha de Kizhi (Carélia) foi tirada em 1993 pelo Dr. William Brumfileld, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro de Fronteiras" da Biblioteca do Congresso. Localizada em um arquipélago na parte sudoeste do lago Onega, a ilha de Kizhi é um dos locais mais venerados no norte da Rússia, com um pogost, ou cemitério cercado, contendo duas igrejas de madeira e um campanário. Em 1990, este conjunto foi adicionado à lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. Esta fotografia do interior da Igreja da intercessão da Mãe de Deus inclui a parte central do iconóstase, que separa o espaço de cultos do altar na extremidade leste da igreja. A maioria dos ícones originais (imagens sagradas) desta igreja estão faltando, mas o Museu de Arquitetura de Madeira de Kizhi, criado em 1960, tentou substituir alguns deles por outros ícones da região do lago Onega. No centro está a Porta Real (Tsarskie vrata) conduzindo ao altar. A primeira fileira ou "Local" (mestnyi chin) contém ícones de significado local especial e aqui inclui um ícone da Intercessão (à direita) à qual a igreja é dedicada. A segunda fileira contém ícones que retratam as grandes festas da igreja.

Última Atualização: 11 de janeiro de 2016