Igreja da Intercessão (1764) vista do sudoeste, ilha de Kizhi, Rússia

Descrição

Esta vista sudoeste da Igreja da intercessão da Mãe de Deus na ilha de Kizhi (Carélia) foi tirada em 1993 pelo Dr. William Brumfileld, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro de Fronteiras" da Biblioteca do Congresso. Localizada em um arquipélago na parte sudoeste do lago Onega, a ilha de Kizhi é um dos locais mais venerados no norte da Rússia, com um pogost, ou cemitério cercado, contendo duas igrejas de madeira e um campanário. Em 1990, este conjunto foi adicionado à lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. A Igreja da intercessão da Mãe de Deus, construída em 1764, consiste de uma estrutura quadrada principal de toras de pinho apoiando uma torre octogonal cuja parte superior possui um anexo de madeira em um padrão chevron. Embora ornamental na aparência, no fundo de cada chevron existem calhas de drenagem para proteger as paredes da umidade excessiva. O telhado do octógono é coroado com nove cúpulas cobertas de telhas aspen. Na extremidade oeste da igreja (à esquerda) há um vestíbulo (trapeznaia) e um pórtico elevado com escultura ornamental. Em sua extremidade leste há uma abside que contém o altar. A Igreja da intercessão da Mãe de Deus podia ser aquecida e, portanto, era conhecida como uma “igreja de inverno”. Em primeiro plano está uma parede de madeira reconstruída sobre uma base de pedra que delimita o território do pogost.

Última Atualização: 11 de janeiro de 2016