Igreja da Transfiguração (1714), fachada oeste, ilha de Kizhi, Rússia

Descrição

Esta vista oeste da Igreja da Transfiguração do Salvador na ilha de Kizhi (Carélia) foi tirada em 1991 pelo Dr. William Brumfileld, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro de Fronteiras" da Biblioteca do Congresso. Localizada em um arquipélago na parte sudoeste do lago Onega, a ilha de Kizhi é um dos locais mais venerados no norte da Rússia, com um pogost, ou cemitério cercado, contendo duas igrejas de madeira e um campanário. A característica dominante do local é a Igreja da Transfiguração do Salvador (à esquerda), construída por volta de 1714. A igreja é o último exemplo original sobrevivente de uma forma elaborada de arquitetura das igrejas do norte da Rússia composta por camadas octagonais ascendentes reforçadas com extensões retangulares nas direções da bússola (oeste, sul, leste e norte). Os vários componentes da estrutura são coroados com cúpulas (22 no total) cobertas com telhas aspen--cerca de 30 mil nesta estrutura (as quais foram substituídas em uma restauração do exterior na década de 1950). A parte inferior da fachada oeste tem uma entrada elevada consistindo em dois lances de escadas que se encontram sob um frontão central (visível no centro). O telhado desta construção é decorado com placas de extremidades esculpidas. Em primeiro plano está uma parede de madeira reconstruída sobre uma base de pedra que delimita o território do pogost.

Última Atualização: 11 de janeiro de 2016