Igreja da Entrada em Jerusalém (1774-1794), fachada sul, Totma, Rússia

Descrição

Esta vista sudeste de inverno da Igreja da Entrada de Cristo em Jerusalém, em Totma (oblast de Vologda) foi tirada em 1997 pelo Dr. William Brumfileld, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro de Fronteiras" da Biblioteca do Congresso. Localizada no Rio Sukhona, Totma, durante séculos, foi parte de uma rede de comércio importante que liderou desde o interior da Rússia ao norte até o mar Branco. A influência de Totma estendeu-se até o Novo Mundo, através do Alasca. A Igreja da entrada de Cristo em Jerusalém, por exemplo, foi construída em 1774-1794, com fundos fornecidos pelos irmãos Grigorii e Petr Panov, comerciantes envolvidos no comércio com a “América Russa”. A altura imponente desta estrutura não foi ditada apenas por considerações estéticas, mas também pela inclusão de duas igrejas, das quais a igreja superior de dois andares era usada somente no verão. A abside, que se projeta do leste (à direita), também está em dois níveis, com um altar para cada nível. As pilastras que segmentam a fachada e enfatizam a sua altura, o trabalho elaborado em arabescos entre as camadas de janela e o detalhamento da cornija e dos tambores que apoiam as cinco cúpulas foram executados com um senso de proporção apurado. O campanário anexo ao vestíbulo no lado oeste da igreja reflete o realce vertical da estrutura principal. A igreja menor é atualmente usada como um museu.

Última Atualização: 28 de julho de 2017