Conjunto da Catedral da Dormição visto do oeste, Veliki Ustiug, Rússia

Descrição

Esta vista nordeste através do rio Sukhona do conjunto da catedral de Veliki Ustiug (oblast de Vologda) foi tirada em 1999 pelo Dr. William Brumfield, fotógrafo americano e historiador da arquitetura russa, como parte do projeto "Encontro de Fronteiras" da Biblioteca do Congresso. Localizada onde os rios Sukhona e Yug se juntam para formar o rio Dvina do Norte, a cidade recebe o nome de "boca do yug", com o epíteto de veliki (grande) acrescentado no final do século XVI, em reconhecimento à importância da cidade. Esta rede de três rios formava uma rota de transporte estratégica para o norte e o leste que trouxe colonos russos para a região, desde a metade do século XII. A cidade mercantil de Novgorod reivindicou a área até o final do século XV, quando Moscóvia assumiu o controle. Ustiug desempenhou um papel fundamental no norte da Rússia, não só através do comércio, mas também através da atividade missionária de prelados como o de Santo Estevão de Perm (por volta de 1340-1396). A importância da Igreja Ortodoxa é visível no campanário imponente e na Catedral da Dormição da Virgem, bem como nas seis igrejas vizinhas que formam um conjunto conhecido como Praça da Catedral e Praça do Arcebispo adjacente. Esta vista mostra: a Igreja de São Brás (na extrema esquerda), a Catedral de São João de Ustiug, a Catedral da Dormição da Virgem, a Catedral de São Procópio de Ustiug, a Capela (pridel) dos Santos Kozma e Demian (Cosme e Damião), o campanário da catedral com a torre e a Igreja do Metropolita Aleksei (no canto noroeste da Praça do Arcebispo).

Última Atualização: 11 de janeiro de 2016