What Ails You Now Ye Louise (O Que Lhe Aflige Agora, Louise)

Descrição

Robert Burns (1759-1796) é mais conhecido por seus poemas e canções, que refletem a herança cultural da Escócia. Ele nasceu em Alloway, Ayrshire, na Escócia, o primogênito dos sete filhos de um fazendeiro arrendatário, William Burnes, e sua esposa, Agnes Broun. Burns tinha pouca educação formal, mas lia literatura inglesa e absorvia as tradicionais canções folclóricas, em sua maioria no dialeto escocês, e contos do seu ambiente rural. Ele começou a compor música em 1774, e publicou seu primeiro livro, Poemas, principalmente no Dialeto Escocês , em 1786. O trabalho foi um sucesso de crítica, e seus poemas no Escocês e no Inglês, em uma gama de tópicos, proporcionou a grande aceitação de Burns. Ao mesmo tempo em que construía sua reputação literária, Burns trabalhou como fazendeiro e, em 1788, ele foi nomeado fiscal de imposto de consumo em Ellisland. Ele passou os últimos 12 anos de sua vida coletando e editando canções folclóricas escocesas, que incluía entre outras O Museu Musical Escocês e uma Coleção Selecionada de Canções Originais em escocês[sic] Airs for the Voice . Burns contribuiu com centenas de canções escocesas para estas antologias, muitas vezes reescrevendo as letras tradicionais e adaptando-as em músicas novas ou revistas. Burns escreveu este verso em resposta a uma carta rimada recebida de um alfaiate, Thomas Walker, de Ochiltree. Inicialmente, Walker havia enviado uma mensagem amigável, mas não recebendo qualquer resposta de Burns, escreveu ao então uma carta altamente crítica sobre a edição de Kilmarnock, recém-publicada, de Poemas, Principalmente no Dialeto Escocês . Walker pode ter sido incentivado por seu amigo em Ochiltree, William Simson, que anteriormente já havia conseguido provocar uma resposta de Burns. O próprio Burns jamais publicou a troca de cartas e não há registro de nenhum manuscrito com sua caligrafia, mas ambos os poemas foram impressos juntos, depois da morte de Burns, em Poemas Atribuídos a Robert Burns (1801). Esta cópia contemporânea do manuscrito contém várias versões do texto publicado, inclusive uma substituição da conclusão com uma estrofe diferente.

Última Atualização: 18 de setembro de 2015