Argentina. Monte Aconcágua

Descrição

Esta fotografia do Monte Aconcágua, na Argentina, é parte da Coleção de Frank e Frances Carpenter na Biblioteca do Congresso. Frank G. Carpenter (1855-1924) foi um escritor americano de livros sobre viagens e geografia mundial, cujas obras ajudaram a popularizar a antropologia cultural e a geografia dos Estados Unidos nos primeiros anos do século XX. Composta de fotografias tiradas e reunidas por Carpenter e sua filha Frances (1890-1972) para ilustrar seus escritos, a coleção inclui um número estimado em 16.800 fotografias e 7.000 negativos em vidro e filme. Localizado na fronteira entre a Argentina e o Chile, o Monte Aconcágua é o pico mais alto dos Andes. No livro Manual de geografia de Carpenter: América do Sul (1899), Carpenter relembrou suas impressões da visita à montanha: “De um lado podíamos ver os pampas da Argentina, e do outro, sobre uma faixa estreita de verde que é o Chile, a 145 quilômetros de distância, ficavam as águas brilhantes e prateadas do Pacífico”. "O Aconcágua possui mais de 7.000 metros de altura. Ao olharmos para o seu topo cheio de neve, mal podíamos esperar para escalá-lo. Caso tentássemos, provavelmente nos depararíamos com tempestades de neve e poderíamos congelar durante as noites frias. Próximo ao cume há alguns despenhadeiros difíceis de se escalar, e no topo nós ficaríamos em pé sobre um platô quadrado com cerca de 60 metros de largura, com grandes massas de nuvens macias bem abaixo de nós, e as montanhas se distanciando para o leste e para o sul”. (Na realidade, o Aconcágua possui 6.960 metros de altura, 325 metros mais baixo do que acreditava Carpenter).

Última Atualização: 29 de setembro de 2014