Codex Chavero de Huexotzinco

Descrição

O Codex Chavero diz respeito à economia e impostos. Está escrito em caracteres latinos e contém 18 placas de glifos e contagens numéricas usando o sistema mesoamericano de números e medidas, com variações que se originaram na região de Huexotzinco (atualmente Puebla, México). O códice é uma parte da documentação de um processo jurídico na corte real, iniciado pela comunidade de Huexotzinco contra funcionários indígenas acusados de arrecadar impostos injustos e excessivos. Em resposta a um questionário, os funcionários descrevem os diferentes impostos pagos pelos 21 distritos de Huexotzinco entre 1571 e 1577: em dinheiro, milho, camisas e cobertores. O processo juridico envolveu depoimentos de todos os funcionários, passados e atuais, sendo, portanto, uma valiosa fonte de informação sobre o corpo governante indígena. Cada distrito submeteu um relatório dos impostos pagos a cada ano. Dezessete destes relatórios estão preservados no códice, um por placa. A placa restante descreve as despesas com projetos extraordinários, particularmente a construção da igreja no distrito de São Salvador. Estes relatórios usam o sistema numérico mesoamericano, com algumas variações características do sistema mexicano: quantidades são representadas pela adição de objetos, uma forma em losango multiplica uma quantidade por 10, uma meia-lua representa 15, uma bandeira ou representa 20 e uma mecha de cabelos,tzibtkusignifica 400.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Códice Chavero de Huexotzingo

Tipo de Item

Descrição Física

139 páginas medindo 31,5 X 22 centímetros, escritas em espanhol, e 18 placas medindo 31,5 x 43 centímetros, cobertas de glifos e registros contábeis na tradição mesoamericana.

Observações

  • Entre 1735 e 1743, o códice pertenceu à coleção do historiador e colecionador de antiguidades italiano Lorenzo Boturini e, posteriormente, ao historiador mexicano Alfredo Chavero, que o doou ao Museu Nacional do México, em 1906.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 10 de abril de 2015