Um Mapa da Região da Grande Floresta, Mostrando as Rotas da Expedição de Socorro de Emin Pasha, do rio Congo à Victoria Nyanza

Descrição

Depois de sua bem sucedida busca por David Livingstone, em 1871-72, o jornalista Henry M. Stanley tornou-se um célebre explorador Africano por seu próprio mérito. Ele liderou mais duas expedições, uma expedição anglo-americana, em 1874-77, na qual explorou os lagos da África central, e uma expedição assistencial em 1887-90, ostensivamente para salvar Emin Pasha (1840-92). Emin, um explorador alemão cujo nome original era Eduard Schnitzler, era governador de Equatoria, o distrito mais meridional do Sudão, então governado pelo Egito. Ele ficou isolado do mundo exterior por uma revolta mahdista em 1885. Em meio a um clamor público na Europa, Stanley partiu para encontrá-lo e, em 1889, conseguiu tirá-lo do Sudão. Este mapa traça a rota de Stanley, que o levou até o rio Congo, por via terrestre para o Sudão, e depois para o porto de Zanzibar, no Oceano Índico. Embora Livingstone e Stanley estejam unidos pela história, eles eram pessoas muito diferentes. Livingstone era venerado na Grã-Bretanha e por muitos na África, devido aos seus esforços contra a escravidão e sua preocupação com o povo da África, enquanto que Stanley tornou-se uma figura controversa, amplamente criticado por seus métodos violentos e pelos bem-documentados maltratos aos povos indígenas.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Charles Scribner's Sons, Nova York

Idioma

Título no Idioma Original

A Map of the Great Forest Region, Showing the Routes of the Emin Pasha Relief Expedition, from the River Congo to the Victoria Nyanza

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: colorido, 53 x 75 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de setembro de 2014