“Princípios da Filosofia” de Descartes

Descrição

René Descartes (de 1596 a 1650) foi um matemático francês, pensador científico e filósofo que fez importantes contribuições à matemática, óptica, epistemologia e outros campos que ajudaram a moldar a forma como o mundo moderno passou a ver a natureza e a mente humana. Filho de um advogado, Descartes estudou no Colégio Jesuíta de La Flèche e em Poitiers, onde cursou Direito. Virou soldado e serviu nos exércitos de Maurício, príncipe de Orange, e Maximiliano I, duque da Baviera. Ele escreveu diversos livros em latim e em francês. Aqui apresentamos a primeira edição de sua obra Principia philosophiae (Princípios de filosofia), publicada em Amsterdã em 1644 pelo impressor e livreiro holandês Louis Elzevir. O livro foi uma tentativa ambiciosa de Descartes de expor, na forma de um compêndio, um sistema inteiro de pensamento sobre a natureza da matéria, natureza da mente e atividade de Deus em criar e pôr em movimento o universo. A obra apresenta quatro partes. A parte I trata de metafísica, e questões como cognição, fontes do conhecimento e da compreensão do homem, e a relação entre um Deus perfeito e onisciente e o erro humano, tanto intelectual como moral. A parte II abrange os princípios gerais da física e da teoria das leis do movimento. A parte III é dedicada aos fenômenos astronômicos. E a parte IV trata das propriedades de minerais, metais, ímãs e outros fenômenos naturais e sua percepção pelos sentidos. O livro está encadernado com uma segunda obra, Specimina philosophiae, que é uma tradução do francês para o latim, com alterações, de outros escritos de Descartes, notavelmente o seu Discours de la méthode (Discurso sobre o método) de 1637.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Louis Elzevir, Amsterdã

Idioma

Título no Idioma Original

Principia philosophiae

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

310 páginas; 21 centímetros

Referências

  1. Edward N. Zalta, "René Descartes" in The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Stanford University, Center for the Study of Language and Information: Spring 2015).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 23 de julho de 2015