Alfabeto Ibérico ou Georgiano com Orações

Descrição

Alphabetum ibericum, sive georgianum (O Alfabeto Ibérico ou Georgiano com Orações) é o primeiro dos dois livros impressos em Georgiano usando tipos móveis. Nos anos de 1620, a Sagrada Congregação para a Propagação da Fé, corpo da Igreja Católica Romana estabelecido no começo do século 17 com o propósito de difundir o Catolicismo em países não-Católicos, começou a treinar monges indo à Geórgia para trabalho missionário. Os monges eram instruídos em Georgiano por Niceforo Irbachi Giorgiano, o embaixador do rei Georgiano, Teimuraz I, em Roma. Os impressores da sagrada congregação fundiram os tipos Georgianos e publicaram vários livros em Georgiano em 1629, incluindo um dicionário Georgiano-Italiano e este pequeno volume de orações e adorações. O livro inclui uma tabela com o alfabeto Georgiano, os respectivos sons das letras e seus equivalentes em Latim, seguidos dos textos em Georgiano do Pater noster (Pai Nosso), Ave Maria (Ave Maria), o Credo e outros textos básicos. O Cristianismo começou a sua disseminação na Geórgia nos primeiros séculos do primeiro milênio DC. A resultante Igreja Ortodoxa Georgiana, fundada no quarto século DC, tem estado em comunhão com as igrejas Ortodoxas desde a primeira década do século sétimo, mas nunca esteve sujeita à autoridade da Igreja Católica Romana.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Congregatio de Propaganda Fide, Roma

Título no Idioma Original

Alphabetum ibericum, sive georgianum : cum Oratione dominicali, Salutatione angelica, Symbolo fidei, Præceptis Decalogi, Ecclesiæ Sacramentis, & Operibus miseracordiæ

Tipo de Item

Descrição Física

32 páginas ilustrado (xilogravura); 17 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de setembro de 2014