Diário da Viagem de Magalhães

Descrição

Este volume manuscrito, datado de por volta de 1525, mostra detalhes da viagem de Fernão de Magalhães ao redor do mundo no período 1519-22. A obra é atribuída a Antonio Pigafetta, uma acadêmico Veneziano que nasceu em Vincenza, Itália, por volta de 1490 e que acompanhava Magalhães na viagem. Pigafetta manteve um diário detalhado, o original do qual se perdeu. No entanto, um relato da viagem, escrito por Pigafetta entre 1522 e 1525 permaneceu em quatro versões escritas a mão: um em Italiano e três em Francês. Esta versão, em Francês, é da biblioteca da Universidade de Yale, e é o mais completo e mais bem produzido manuscrito dos quatro que sobreviveram. Inclui 23 mapas iluminados e lindamente desenhados. A obra de Pigafetta é importante não apenas como uma fonte de informação sobre a viagem em si, mas também inclui uma descrição inicial ocidental do povo e dos idiomas da Filipinas. Dos aproximadamente 240 homens que se juntaram a Magalhães, Pigafetta foi o único com apenas 18 que retornaram a Espanha. Magalhães ele mesmo foi morto, em 27 de Abril de 1521, na batlha da Ilha de Mactan, as Filipinas, onde Pigafetta testemunhou e relata nesta obra.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

França

Idioma

Título no Idioma Original

Journal of Magellan's Voyage

Tipo de Item

Descrição Física

Parchment (finos), fólios i (papel) + ii (pergaminho) + i (folha de pergaminho original) + 98 (folhado 2-99) + ii (pergaminho) + i (papel); coloridos a mão; 276 x 184 (195 x 122) milímetros (28 centímetros)

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de agosto de 2016