Marselhesa

Marselhesa

Descrição

Claude-Joseph Rouget de Lisle (1760-1836), um engenheiro do exército francês, compôs a letra e a música da "Marselhesa", o hino nacional da França, ao longo de uma única noite, em abril de 1792. Ele pretendia que a canção fosse usada como uma marcha do Exército Francês quando este entrasse na Renânia, após a eclosão da guerra entre a França, a Áustria e a Rússia. Esta gravação, feita por volta de 1898-1900, é uma das primeiras gravações da canção. Em 1893, Henri Lioret (1848-1938), um comerciante de relógios, desenvolveu um cilindro cônico de celuloide (um material menos frágil que a cera que era, então, comumente utilizada para as primeiras gravações) montado em uma moldura de latão que tinha a capacidade de gravar sons. Os primeiros destes cilindros, conhecidos como "anéis para guardanapos", foram utilizados quase que exclusivamente em bonecas falantes mas, mais tarde, Lioret aumentou o tamanho dos anéis, o que multiplicou suas utilizações na gravação e reprodução de sons. Mantendo as convenções contemporâneas, a gravação é precedida de um anúncio. Não são fornecidos os nomes dos músicos. Uma corneta, um instrumento metálico particularmente bem adaptado à gravação acústica, acompanha o cantor.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Henri Lioret

Idioma

Título no Idioma Original

La Marseillaise

Lugar

Descrição Física

Gravação sonora em cilindro Lioret, 1 minuto e 24 segundos

Última Atualização: 24 de maio de 2017