Franco a cavalo, João II

Descrição

O franco a cavalo teve sua ordem de emissão em 5 de dezembro de 1360 para financiar o resgate de D. João II (nasceu em 1319; reinou em 1350-1364), que tinha sido capturado pelos ingleses na Batalha de Poitiers em 1356, durante a Guerra dos Cem Anos. O resgate totalizou a enorme quantia de 3 milhões de escudos, e o fato da moeda ter sido usada para garantir a libertação do rei deu origem ao nome pelo qual era conhecida: franc, que significa livre. O valor da moeda foi fixado em uma livre Tournois (libra Tours), de modo que a palavra franco passou a ser sinônimo de libra e, na época da Revolução Francesa, o franco tornou-se a moeda nacional da França. A moeda mostra o rei montado com armadura, galopando para a esquerda, com sua espada levantada. O reverso tem uma cruz estriada com folhas surgindo dela, e uma folha de quatro lóbulos no coração, em um ângulo quadrilóbulos decorados com palmetas e delimitados por quatro trevos. O franco a cavalo de João II foi cunhado até sua morte em 1364. Carlos V continuou a emitir a moeda em 1364-1365, mas ele também cunhou o franco a pé, mostrando o monarca a pé, que foi continuado por Charles VI, em 1365-1385. O franco a cavalo reapareceu sob o reinado de Carlos VII, em 1422, e foi imitado por muitos governantes, principalmente no sul da Holanda, mas também na Bretanha e em Orange.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Franc à cheval, Jean II

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

1 moeda: ouro. 3,82 gramas; 2,8 centímetros de diâmetro

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de abril de 2015