Fábulas de Esopo

Descrição

Esta é a segunda edição de Augsburg das Fábulas de Esopo, traduzida do latim para o alemão por Heinrich Steinhöwel. É ilustrada com 208 xilografias, talhadas no estilo Augsburg, que é caracterizado por linhas de contorno forte delineando as imagens, uma confiança no espaço em branco, em vez de ornamentos altamente detalhados para enfeitar a imagem, e pouco plano de fundo ou paisagem para criar perspectiva. A história de publicação das Fábulas é extensa. Mais de 150 edições distintas da obra foram impressas entre 1465 e 1501. Pouco se sabe da vida de Esopo, mas acredita-se que ele tenha sido um escravo que viveu no século VI a.C.. Não foi ele mesmo quem escreveu as fábulas. Elas se tornaram parte da tradição oral de contar histórias e acabaram por serem registradas por seus contemporâneos. As lições de moral descomplicadas que são relatadas nas Fábulas de Esopo capturaram a imaginação de gerações de artistas, que utilizaram suas histórias como forma de ensinar lições de moral para crianças de todas as culturas e nacionalidades.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Música Anton, Augsburg

Idioma

Título no Idioma Original

Vita et Fabulae

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

37, cxxviii, 15 folhas: xilografia; 30 centímetros

Observações

  • Título na lombada: Esopo moralisatus

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015