Affidavit de Louie Young declarando ser ele o pai de Louie Jock Sung, e depoimento de testemunhas não-chinesas (documentos registrados na cidade de Nova Iorque)

Descrição

Na primavera de 1882, o Ato de Exclusão Chinesa foi aprovado pelo Congresso e assinado pelo Presidente Chester A. Arthur. Este decreto concedeu uma moratória absoluta de dez anos sobre a imigração  de trabalhadores chineses. Pela primeira vez, uma lei federal proibia a entrada de um grupo étnico sob a premissa de que a imigração colocava em perigo a boa ordem de determinadas localidades. A aprovação do decreto marcou o auge de várias décadas de crescente hostilidade aos imigrantes chineses nos Estados Unidos, a qual era alimentada pela competição por trabalho e pela animosidade racial. Estes documentos, dos registros do Serviço de Imigração e Naturalização dos Estados Unidos, foram apresentados em apoio a um pedido de Louie Young, membro de uma firma em Mott Street, na cidade de Nova Iorque, para trazer seu filho da China para os Estados Unidos.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Affidavit of Loui Young Stating that He is the Father of Louie Jock Sung, and Deposition of Non Chinese Witnesses (Documents Were Executed in New York City)

Tipo de Item

Descrição Física

2 documentos (1 página cada)

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de setembro de 2014