Rei Bihuazin, [isto é Béhanzin] do Dahomey, e Suas Duas Esposas [Permanente sobre Porch]: Prisioneiro do Governo Francês em Martinica, Fort de France

Descrição

Esta fotografia foi tirada em Fort de France na ilha francesa da Martinica, por volta de 1902. Ela mostra o antigo rei Béhanzin (1844-1906) do Daomé (atual Bênin), que foi banido para o território caribenho em 1894. O Reino de Daomé, com sua capital em Abomey, foi fundado noséculo XVII. A expansão colonial francesa pela África Ocidental no final do séculoXIX e os esforços franceses para reprimir o comércio de escravos levaram ao conflito entre a França e o reino. Em 1892, o reino foi derrotado em uma guerra com a França e o país tornou-se o protetorado francês de Daomé. Béhanzin foi exilado e passou o resto de sua vida na Martinica e na Argélia. Daomé tornou-se independente em 1960 e mudou seu nome para Bênin, em 1975. A fotografia é um cartão estéreo ou estereógrafo, uma forma popular usada por volta da virada do séculoXX para criar a ilusão de profundidade através da justaposição de duas imagens planas. Duas fotografias são colocadas lado a lado e visualizadas através de um instrumento chamado estereoscópio. Cada olho focaliza uma imagem, criando uma sensação de tridimensionalidade.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Underwood and Underwood

Idioma

Título no Idioma Original

King Bihuazin [i.e. Béhanzin] of Dahomey, and His Two Wives- French Government Prisoner in Martinique, Fort de France

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotográfica: albume

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de maio de 2015