Adão e Eva no Paraíso

Descrição

Lucas Cranach, o Ancião (1472-1553), foi um artista líder da Renascença Alemã. Ele serviu como pintor da corte em Wittenberg para Frederico, o Sábio da Saxonia e foi amigo e advogado de Martin Lutero, o líder da Reforma Protestante. Ele foi, também, um importante impressor. Esta xilogravura de 1509 retrata Adão e Eva sob uma macieira, cercados por animais, com Eva sendo tentada pela serpente. A queda do homem do paraíso era um tema popular na época da Reforma. Entre 1510 e 1540, Cranach pintou Adão e Eva mais de 30 vezes. Porque a teologia cristã ensinava que Adão e Eva eram perfeitos antes de sucumbir à tentação e ao pecado, os pintores da renascença muitas vezes os pintavam como reflexos do ideal de beleza humana .

Última Atualização: 23 de março de 2015