Uma Descrição Atual da Província da Companhia de Jesus no Paraguai com Áreas Vizinhas

Descrição

Entre 1609 e 1780, a Companhia Católica Romana de Jesus (os Jesuítas) estabeleceu um estado indígena cristão autônomo no território dos atuais Paraguai, Uruguai e partes da Argentina e do Brasil. Após esforços infrutíferos para evangelizar os índios guerreiros guaicurús do nordeste do Paraguai, os jesuítas se concentraram na organização dos índios guaranis em uma série de reducciones (reduções ou municípios), nos quais um tipo de vida comunal era praticado. O sistema de reduções foi uma tentativa de corrigir abusos anteriores, nos quais os índios paraguaios eram praticamente transformados em escravos e obrigados a trabalhar para os colonizadores espanhóis. Este mapa em latim, de 1732, com alguns topônimos em espanhol, retrata a província jesuíta do Paraguai, mostrando as principais missões e as jornadas missionárias. O mapa foi feito em Roma por Giovanni Petroschi (1715-66) e é dedicado a Francisco Retz (1673-1750),  Diretor Geral da Companhia de Jesus. Em 1993, as ruínas das missões jesuitas de La Santíssima Trinidad de Paraná e Jesus de Tavarangue, no Paraguai, foram nomeadas Patrimônio Histórico Mundial pela Unesco.

Cartógrafo

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Paraguariae Provinciae Soc. Jesu cum Adiacentibg. Novissima Descriptio

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa; 66 x 52 centímetros

Observações

  • Escala aproximadamente 1:4.500.000

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de setembro de 2014