O Território de Tanganica (antiga África Oriental Alemã), Características e Potencialidades

Descrição

Quando a guerra estourou na Europa, em 1914, a luta rapidamente se espalhou para as possessões coloniais das potências europeias. Em 1916, as forças britânicas em operação na África do Sul partiram para a conquista da África Oriental Alemã (atual Tanzânia, Burundi e Ruanda). Eles foram auxiliados por tropas belgas e congolesas em operação no Congo Belga. Os aliados nunca subjugaram o exército alemão, liderado pelo Coronel (mais tarde general) Paul Emil von Lettow-Vorbeck, mas capturaram a linha ferroviária alemã e ocuparam grande parte do território da África Oriental Alemã. Ao término da guerra, a maioria da colônia alemã foi transferida para o controle britânico, por um mandato da Liga das Nações. Este livro, de um jovem autor britânico, descreve o território em 1920, ano de sua transferência para o controle britânico. O autor, Ferdinand Stephen Joelson (1893–1979), tornou-se um proeminente escritor de assuntos africanos e o fundador e editor do jornal semanal East Africa and Rhodesia. O controle britânico de Tanganica durou até 1961, quando o território tornou-se independente. Em 1964, fundiu-se com Zanzibar para se transformar na República Unida da Tanzânia.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

T. Fisher Unwin Ltd., Londres

Idioma

Título no Idioma Original

The Tanganyika Territory (Formerly German East Africa), Characteristics and Potentialities

Tipo de Item

Descrição Física

256 páginas, frontispício, placas, mapas dobrados. 23 centímetros

Referências

  1. A.D. Roberts, “Livingstone, David,” Oxford Dictionary of National Biography (Oxford: Oxford University Press, 2004).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de novembro de 2017