O Victoria Nyanza. A Terra, as Raças e seus Costumes, com Amostras de Alguns dos Dialetos

Descrição

O Lago Vitória (na língua bantu, Victoria Nyanza), é o maior lago da África e a segunda maior massa de água doce do mundo, superado apenas pelo Lago Superior, na América do Norte. O lago é atravessado pelo equador, e é a principal fonte do rio Nilo. O primeiro europeu a chegar ao lago foi o explorador britânico John Hanning Speke, em 1858, que o batizou em homenagem à rainha Victoria, da Grã-Bretanha. Em 1890, no auge da disputa europeia pelas colônias na África, a Inglaterra e a Alemanha dividiram o Lago Victoria na 1° latitude sul, com a porção sul alocada para a Alemanha, e a porção norte para a Grã-Bretanha. Os alemães fizeram extensas pesquisas científicas da margem sul do lago, tanto para fins estratégicos como de investigação. Este livro, uma tradução em Inglês de um estudo realizado por um ex-oficial das tropas imperiais para a África Oriental Alemã, Paul Kollmann, fornece informações detalhadas sobre a terra e os povos vivendo ao longo das margens do lago. A seção final é dedicada à gramática, pronúncia e vocabulário das línguas e dialetos karagwe (nkole), ussindja, uha, ki-uganda, e ki-ukerewe. Hoje, o Lago Victoria se encontra parcialmente na Tanzânia, em Uganda e no Quênia.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Swan Sonnenschein & Co., Ltd., Londres

Idioma

Título no Idioma Original

The Victoria Nyanza. The Land, the Races and their Customs, with Specimens of Some of the Dialects

Tipo de Item

Descrição Física

ix, 254 páginas : ilustrações, retratos, planos, mapa dobrável ; 24 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015