A Colônia da Eritreia desde sua Origem até 01 de março de 1899

Descrição

A Itália, que atingiu sua unidade nacional em 1859-1860, foi uma retardatária em relação à disputa entre as potências europeias pelas colônias na África. As ambições italianas inicialmente estavam voltadas para uma região ao longo da costa do Mar Vermelho, anteriormente ocupada pelos turcos otomanos e posteriormente reivindicada pelo Egito e Etiópia. Entre 1869 e 1880, a Companhia de Navegação Rubattino comprou glebas de terra ao longo da costa do Mar Vermelho do sultão local. Estas aquisições foram transferidas para o Estado Italiano, em 1882, e em 1885 tropas italianas desembarcaram em Maçuá, Assab, e em outras localidades ao longo da costa. A Etiópia reconheceu o controle italiano da região ao longo do Mar Vermelho em maio de 1889, e, em 1° de janeiro de 1890, a colônia da Eritreia foi formalmente estabelecida. La colonia Eritreia (A colônia da Eritreia) narra a campanha da Itália para estabelecer e desenvolver a colônia no período 1869-1899. Escrito pelo Tenente B. Melli, um soldado que participou nas campanhas militares italianas na África, o livro contém um breve glossário do vocabulário nativo e diversos mapas. Melli apresenta uma detalhada descrição da Batalha de Adowa (Adwa), na qual o exército etíope do imperador Menelik II derrotou definitivamente, em 1° de Março de 1896, as forças italianas inferiorizadas numericamente sob o comando do General Oreste Baratieri, bloqueando, assim, a tentativa da Itália de expandir sua colônia do Mar Vermelho conquistando partes da Etiópia.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Luigi Battei, Parma

Idioma

Título no Idioma Original

La colonia Eritrea dalle sur origini fino al Io. marzo 1899

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

xviii páginas, 362 páginas : mapas dobrados; 21 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de setembro de 2014