Memórias e Notas Esclarecedoras de um Mapa de Madagascar e do Arquipélago de Maurício ao Noroeste

Descrição

Robert Townsend Farquhar (1776-1830) entrou para o serviço da Companhia Britânica das Índias Orientais ainda jovem, tendo servido em vários postos na Índia e nas Molucas (atual Indonésia), e, em 1810, tornou-se governador de Maurício, que a Grã-Bretanha havia conquistado da França nas Guerras Napoleônicas. Ele encomendou um mapa detalhado das ilhas Maurício e da vizinha Madagascar, com o objetivo de promover o comércio britânico na região. O mapa é a obra de Jean-Baptiste-Lislet Geoffroy (1755-1836), filho de pai francês, um engenheiro empregado pela Compagnie des Indes, e mãe africana, Niama, uma escrava que também era princesa de Galam (atual Senegal). Lislet-Geoffroy foi educado por seu pai, com particular ênfase em latim, álgebra e geometria. Em uma longa carreira servindo primeiramente os franceses e depois os ingleses, Lislet-Geoffroy fez contribuições científicas em botânica, astronomia, cartografia e geologia. Em 1786, foi eleito membro correspondente da Real Academia Francesa de Ciências, a primeira pessoa de ascendência africana a receber tal distinção. Além do mapa, este volume contém um texto explicativo, provavelmente escrito por Lislet-Geoffroy, em francês e inglês, em páginas opostas.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

John Murray, Londres

Título no Idioma Original

Memoir and Notice Explanatory of a Chart of Madagascar and the North-Eastern Archipelago of Mauritius

Tipo de Item

Descrição Física

v, 57 páginas : frontispício (gráfico dobrado); 28 centímetros

Referências

  1. G.B. Smith, “Farquhar, Sir Robert Townsend (1776-1830),” Oxford Dictionary of National Biography (Oxford: Oxford University Press, 2004).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015