Crônicas da Maurutânia Senegalesa. Nacer Eddine

Descrição

Ismaël Hamet foi um intérprete e oficial a serviço do exército francês na colônia da África Ocidental Francesa. Sua Chroniques de la Mauritanie sénégalaise (Crônicas da Mauritânia Senegalesa) é um dos poucos livros acadêmicos sobre a região do Saara Ocidental, e a Mauritânia em particular, a ser publicado no Ocidente antes da metade do século XX. A primeira parte do livro é composta de um capítulo geral sobre a geografia, história e condições sociais da Mauritânia; um capítulo sobre os recursos naturais e do comércio do Saara Ocidental; um capítulo sobre a condição moral e intelectual dos povos indígenas da região; uma lexicografia de termos árabes; e uma lista alfabética de nomes próprios árabes e berberes encontrados em manuscritos árabes da região. Grande parte da pesquisa de Hamet é centrada nos Almorávidas, uma dinastia berbere muçulmana que se originou no norte da África e que, nos séculos XI e XII governou um grande império que se estendia ao longo dos atuais Marrocos, Mauritânia, Sul da Espanha e Portugal, e partes das atuais Argélia e Mali. A segunda parte do livro é composta de textos de manuscritos, incluindo Amr el Oualy Nacer Eddine (História de São Nacer Eddine), traduzidos para o francês ou no original árabe, relacionados à história da Mauritânia do fiml do século XVI à segunda metade do século XVII.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Ernest Leroux, Paris

Título no Idioma Original

Chroniques de la Mauritanie sénégalaise. Nacer Eddine

Tipo de Item

Descrição Física

271 páginas contendo texto em francês, 104 páginas contendo texto em árabe: tabelas de genealogia dobradas; 26 centímetros

Referências

  1. H.T. Norris, Bulletin of the School of Oriental and African Studies, University of London 66, number 1 (2003).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015